Wana Química

Lanxess lança no mercado sua nova geração de pigmentos de óxido de ferro vermelho

05/12/2017 - 17:12

A Lanxess, empresa de especialidades químicas, está comercializando uma gama de pigmentos de óxido de ferro vermelho ainda mais extensa. Após uma fase de testes intensivos, a unidade de negócios de Pigmentos Inorgânicos (IPG) concluiu, com sucesso no mercado, a introdução dos pigmentos New Red, produzidos por meio do Ningbo Process. "Esta nova geração de pigmentos de óxido de ferro é um complemento perfeito para a principal gama de produtos produzidos pela Lanxess, por meio do processo Laux, por mais de 90 anos, em sua planta de Krefeld-Uerdingen. Todos os New Reds atendem às exigências de alta qualidade da indústria de tintas e revestimentos e possuem alta força colorística e poder de tingimento", diz Stephan Spiegelhauer, Líder do Centro de Competência Global de Tintas e Revestimentos.

Na série de cor para os vermelhos de tonalidades médias, a Lanxess oferece os novos pigmentos Bayferrox 520, Bayferrox 5272, Bayferrox 525 e Bayferrox 530.

Todos os tipos do Bayferrox da linha NEW RED são produzidos na planta de Ningbo, China, uma planta com tecnologia de ponta para a produção de pigmentos de óxido de ferro sintético e que utiliza o processochamado “Ningbo". Com tecnologia patenteada, este exclusivo método de fabricação sustentável atende às mais rigorosas normas ambientais e abrange o espectro completo de cores dos pigmentos de óxido de ferro, tanto a gama de vermelhos de tonalidades média como também os vermelhos com tonalidades amareladas.

Características de excelência do produto

Exaustivos testes confirmaram que os novos pigmentos vermelhos atendem aos altos padrões da marca Bayferrox. A moagem eficaz reduz a proporção de agregados e aglomerados. Os novos tipos podem ser facilmente dispersados, mesmo com baixa força de cisalhamento. Na maioria dos casos, um processo de dispersão com base em solvente é suficiente para esta finalidade. Em níveis de entrada mais altos de energia, sistemas de revestimento formulados com esses produtos provam serem estáveis contra a questão muito comum das variações de cor. Outro aspecto positivo: os pigmentos New Red podem ser usados em níveis de cargas elevadas, tornando-os ideais para uso em sistemas de pasta concentrada.

Além disso, substâncias tensoativas, tais como umectantes e aditivos dispersantes podem ser facilmente e rapidamente retomados pela superfície do pigmento. Isto apoia a estabilidade ideal em longo prazo de um sistema de revestimento, porque reduz significativamente qualquer tendência à sedimentação.

A boa e homogênea incorporação dos pigmentos em um sistema de revestimento, combinada com aglutinantes adequados, garante brilho estável e níveis de esfumaçamento baixos. Além disso, os pigmentos exibem compatibilidade excelente, tanto com auxiliares de formulação líquida, como com ingredientes sólidos, tais como pigmentos brancos e cargas.

Os novos pigmentos vermelhos também mostram resultados impressionantes para viscosidade e comportamento de fluidez: os sistemas de revestimento formulados com os novos pigmentos vermelhos Bayferrox, geralmente exibem um comportamento ligeiramente pseudoplástico, mesmo em altas concentrações de pigmento. Em outras palavras, a viscosidade diminui levemente conforme as forças de cisalhamento crescem, de maneira que produtos finais altamente concentrados são ainda facilmente bombeáveis. Isto é o ideal para a maioria das aplicações em tintas e vernizes.

Além disso, o Ningbo Process reduz significativamente o teor de sal residual solúvel em água dos pigmentos, tornando-os adequados para uso em revestimentos resistentes à corrosão.

Expandindo o espaço de cor de pigmentos de óxido de ferro vermelho

A Lanxess continua a investir no desenvolvimento de pigmentos vermelhos inovadores, sendo seu objetivo expandir constantemente o espaço de cor, e ao mesmo tempo, alcançar características aprimoradas do pigmento. "Nós ainda não esgotamos o potencial de cor dos pigmentos de óxido de ferro vermelho", diz a química Christine Kathrein, líder de desenvolvimento de produto do IPG. Ela explica: "Por exemplo, através de um ajuste fino dos parâmetros do processo de fabricação, podemos influenciar positivamente o poder de cor dos pigmentos, o qual é determinado por fatores como tamanho e formato da partícula, porosidade, doping e distribuição do tamanho da partícula". Outro aspecto fundamental para melhorar as características de cor é a compreensão completa de como as propriedades individuais do pigmento influenciam sua interação com a luz visível. "Cores superiores são obtidas através do equilíbrio dos parâmetros individuais, durante a síntese e o processamento. Com base em nossos resultados experimentais e cálculos teóricos, estamos otimistas de que seremos capazes de expandir os limites atuais de cor dos pigmentos de óxido de ferro vermelho, e em futuro próximo", diz Kathrein.

  Mais notícias