Escola estadual de Rio Preto recebe nova pintura feita por reeducandos do sistema semiaberto

10/08/2017 - 16:08

Projeto do Via Rápida Expresso oferece curso de pintura com aulas práticas em escolas públicas

O governador Geraldo Alckmin acompanhou, no mês de julho, o serviço de pintura da Escola Estadual Oscar Salgado Bueno, em São José do Rio Preto, executado por reeducandos do regime semiaberto. Durante o mês, outras 67 unidades em 40 municípios participam do programa Via Rápida Expresso, de qualificação profissional, que oferece aulas práticas de pintura em prédios públicos. A ação é uma parceria entre as secretarias estaduais de Educação (SEE), Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI) e Administração Penitenciária (SAP). “Hoje são 294 escolas, hospitais e equipamentos públicos que estão sendo pintados e restaurados pelos reeducandos. Eles fazem um curso, aprendem uma profissão e executam o trabalho com capricho. Para cada três dias trabalhados, eles ganham um dia de remissão da pena. Eles fazem o trabalho com capricho, sem custo para o governo, que assim cumpre sua tarefa de reeducação”, afirmou Alckmin. Os cursos têm dois módulos, divididos em 25 horas de aulas teóricas e 75 horas de práticas. As cidades foram escolhidas de acordo com a demanda de reeducandos na região. Na rede estadual, sempre nos meses que antecedem a volta às aulas, a SEE organiza atividades práticas de manutenção e limpeza nos prédios. O projeto, iniciado no ano passado, profissionalizou 1.550 presos e contemplou 48 escolas em todo o Estado. O sucesso da iniciativa garantiu a sua ampliação.

Em 2017, serão qualificados até o final do mês de julho 2.720 reeducandos, e beneficiadas 115 escolas. De acordo o vice-governador e secretário da SDECTI, Márcio França, a ação é fundamental para reinserção do reeducando na sociedade. “A reintegração de apenados nem sempre é uma tarefa fácil. Por um lado há o preconceito das pessoas, e por outro, a preocupação de como fazer o restabelecimento com dignidade e de forma eficaz. O governo encontrou a fórmula de sucesso, trabalho e educação, que é o primeiro passo para o processo de recuperação e inclusão social”, acrescentou. Para o secretário de Estado da Educação José Renato Nalini, a ideia é oferecer à comunidade um equipamento recuperado. “Os executores dessa ação recuperam igualmente o valor conferido ao trabalho honesto e evidenciam o propósito de se dedicar inteiramente a ele, em lugar de perseverarem na senda do crime”, salienta. Segundo o secretário da SAP, Lourival Gomes, a interação entre as secretarias é a matéria-prima para o sucesso do programa Via Rápida Expresso. "Na ação, todos ganham: os usuários dos equipamentos públicos; o Estado porque proporciona mão de obra qualificada; e os reeducandos, que, além de aprenderem um ofício, ainda reduzem a pena", explica.

  Mais notícias

Coral Montana Química Sayerlack Anuncie aqui